Histórias de Condutores

Destaques da semana

Essas são as histórias de condutor mais interessantes que recebemos. Inspire-se e conte para nós a sua também!


Certo dia, um domingo depois das 22hs, voltando de Santo Amaro, precisei seguir um amigo que estava usando um aparelho de GPS (sei lá qual marca). Na época estava começando a vender o Iphone no Brasil e não era como hoje onde facilmente usamos o Waze ou Google Maps. Um caminho que deveria ser duas retas, o GPS nos levou a fazer um tour em São Paulo.

Passando em frente ao Hospital Sírio Liban...

- Cesar Oliveira (São Caetano do Sul/SP)

Tirei habilitação com 18 anos e ganhei um Fusca azul do meu pai.

Apesar de habilitada dirigia mal pra caramba e meu pai não tinha paciência para sair comigo e insistia para que eu saísse para ganhar mais confiança e praticar. Ele pedia sempre para eu dirigir com cuidado mas não deixar de sair.

Então eu passava na casa das minhas amigas e íamos passear na Av. Goiás (famosa em são caetano)...

- Meire Garcia (Santo André/SP)

Estava em casa em um belo dia e queria ir ao shopping, no mesmo instante um colega passou pela minha casa e eu pedi que me desse uma carona.

Ele me deixou no shopping, eu fiz o que precisava e fui ate o estacionamento para ir embora. Cheguei no local (que não é pequeno) e procurei o veículo por muito tempo.

Após estar cansado chamei os seguranças do estacionamento e comuniquei sobre o f...

- Adriano Marcelo Quintino (Florianópolis /SC)


Outras histórias


Certa vez eu estava indo comemorar o aniversario de um amigo na praia grande, que caia em um feriado de segunda-feira. Fomos na sexta a noite, com o meu carro, um Stilo com teto solar, todo equipado, carro de adolescente e passamos os três dias com o som no ultimo volume. Chegando a segunda feira, arrumamos as coisas para subir de volta à São Paulo. Na hora que fechamos a porta da casa e entram...

- Felipe Pacilio (São Paulo/SP)

Um certo dia, eu e mais dois amigos fomos em uma festa e na volta pra casa paramos em um bar na beira da estrada. No bar estava uma moça que se interessou por mim, entre troca de olhares, me apresentei e cerca de dois minutos estávamos juntos.

A moça então me convidou para ficarmos do lado de fora do bar perto de um carro vermelho, pois ela estava de carona com uma amiga, mas esse "suposto" ...

- Usuário Anônimo

Estava em casa em um belo dia e queria ir ao shopping, no mesmo instante um colega passou pela minha casa e eu pedi que me desse uma carona.

Ele me deixou no shopping, eu fiz o que precisava e fui ate o estacionamento para ir embora. Cheguei no local (que não é pequeno) e procurei o veículo por muito tempo.

Após estar cansado chamei os seguranças do estacionamento e comuniquei sobre o f...

- Adriano Marcelo Quintino (Florianópolis /SC)

Tirei habilitação com 18 anos e ganhei um Fusca azul do meu pai.

Apesar de habilitada dirigia mal pra caramba e meu pai não tinha paciência para sair comigo e insistia para que eu saísse para ganhar mais confiança e praticar. Ele pedia sempre para eu dirigir com cuidado mas não deixar de sair.

Então eu passava na casa das minhas amigas e íamos passear na Av. Goiás (famosa em são caetano)...

- Meire Garcia (Santo André/SP)

Certa vez minha mãe estava na Rodovia dos Imigrantes em direção ao litoral sul quando seu carro começou a ferver. Foi aí então que ela foi obrigada a parar o veículo no acostamento para colocar água no carburador. Enquanto fazia isso, ela foi socorrida pelo mecânico da rodovia. Feito isso, ela conseguiu descer a serra em direção ao litoral.

Alguns dias depois, já na subida para São Paulo aco...

- Larissa Abraços Fischer (São Paulo/SP)

Há algumas semanas, meu carro ficou afônico. Por culpa de um ciclista que apareceu de repente por detrás de um ônibus, a contundência do grito que exigi do pobre automóvel fez sua voz sumir num gemido triste e curto. De lá pra cá, nada de buzina. Tenho vivido situações interessantes desde então, mas nenhuma se compara à que ocorreu no último final de semana.

Parado em um daqueles semáforos q...

- Fernando Bovo Fischer (São Paulo /SP)

Alguns anos atrás, conheci a pessoa que, assim que bati o olho tive a certeza que passaria o resto da minha vida ao lado. Mas, o problema era: a pessoa não estava pensando da mesma maneira. Então, depois de um ou dois encontros, percebi que, se eu não fosse mais "agressivo", a coisa ia esfriar.

Era 18 de dezembro de 2014. Depois daquele encontro, passaríamos as festas de final de ano sem nos...

- Usuário Anônimo

Durante algumas viagens ao Pantanal pela estrada Transpantaneira, a mais inusitada de todas as estradas. Encontramos mais de 200 passarinhos sobre a única pista, única via.

Como tínhamos que passar por ali, fomos devagar e todos os pássaros debandaram de uma só vez. Foi um grande espetáculo.

- Usuário Anônimo

Quando eu tinha uns 14 anos, fui passar o carnaval na casa de uma tia. De noite tinha show na cidade, mas estávamos em 11 pessoas e apenas um carro: o Fusca da minha tia.

Foi muito engraçado dentro do fusca, uma pessoa pendurada no para-choque, um no capô e dois nas laterais do fusca onde fica as setas. Toda vez que a gente chegava perto de um quebra mola todo mundo tinha que sair do Fusca s...

- Robson Junior (Maceió/AL)

Tinha 16 anos quando comecei meu processo de formação de condutor.

Lembro que a primeira aula foi para conhecer os itens do veículo e aprender a ligar o carro, já a segunda aula fiz um pequeno percurso para aprender a controlar os pedais e câmbios. Na terceira e demais aulas, fiz percursos mais longos onde fiquei com muito medo e suor.

Aprender a lidar com o trânsito, prestar atenção na ...

- Charlene Piedad Rojas Gomez (São Paulo/SP)

Contato

Endereço:
Rua Gomes de Carvalho, 1.356 - 9º andar
Vila Olímpia - SP - CEP 04547-005

Grupo Tecnowise 30 anos